Lorem ipsum dolor sit amet

março 29, 2019 / Sem categoria

Credor não paga os custos do protesto

O protesto em cartório é, reconhecidamente, a forma mais rápida e eficaz de resolver inadimplências. Um número crescente de credores tem optado pelo protesto em cartório para receber dívidas decorrentes de taxas de condomínio atrasadas, duplicatas, cheques, notas promissórias, contratos em geral e tantos outros.

Um dos motivos que contribuíram para isso foi o fato de que, em Goiânia, o credor não tem mais custos para protestar uma dívida.

A novidade agradou e provocou uma elevação no número de protestos em cartório. Se antes já era fácil, agora, sem custos, a opção por protestos de dívidas tornou-se a preferida entre comerciantes e credores em geral. A ausência de custos elimina um dos maiores receios de quem, antes, não utilizava os protestos.

Foto: Divulgação

“No comércio, o cheque ainda é uma moeda forte. E quem trabalha com um número grande de clientes, como eu, corre o risco de sofrer um calote. Antes a gente só não protestava dívidas porque teria que arcar com uma despesa a mais, além da dívida. Agora não. Tudo ficou mais fácil e sem custos”, afirma Sônia Guedes, autônoma do ramo de confecções.

Como dito anteriormente, os títulos mais protestados são cheques, duplicatas, notas promissórias e taxas de condomínio, sendo estes últimos recordistas de inadimplência.

Outra novidade que tem agradado é que boa parte desses títulos podem ser apontados de forma automática. O ADT de Goiânia disponibiliza uma ferramenta 100% gratuita para receber duplicatas e outros títulos. Para os títulos que entram por essa ferramenta, não é mais necessário nem emissão de carta de anuência física. A ferramenta ajuda tanto credor, quanto o devedor na hora de cancelar o protesto. O protesto automático é muito simples e já disponível.

O Protesto pode ser feito de forma eletrônica também através das agências bancárias, o credor pode solicitar ao banco que ative o serviço em sua conta, assim as instruções de protesto passam a ser automáticas.

O Protesto em Goiânia é a forma mais econômica e prática utilizada por empresas na cobrança de dividas. Ao mandar o título para cobrança, os Cartórios fazem todo o trabalho a custo zero, basta aguardar e receber seu dinheiro de volta. Não sendo pago o título no Cartório, é automaticamente protestado e as informações ficam todas disponíveis ao credor em até 48 horas.

Foto: Divulgação

Na Grande Goiânia, o ADT – Associação de Distribuição de Títulos em Goiânia – é o local indicado para iniciar um protesto ou conseguir mais informações. O ADT fica na Rua 6, nº 225, 4º andar, Setor Central, Goiânia – GO. O telefone é (62) 3212-5711.Na Grande Goiânia, o ADT – Associação de Distribuição de Títulos em Goiânia – é o local indicado para iniciar um protesto ou conseguir mais informações. O ADT fica na Rua 6, nº 225, 4º andar, Setor Central, Goiânia – GO. O telefone é (62) 3212-5711.

(FONTE: G1)

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *